Por: Andréa Leonora | 05/11/2019

Teve início na manhã desta segunda-feira (4), em Florianópolis, a 12ª edição do Knowledge Cities World Summit (KCWS), ou Cúpula Mundial das Cidades do Conhecimento. O evento reúne, na Capital catarinense, lideranças de gestões públicas, privadas, acadêmicos e especialistas de diferentes países. A programação segue até quinta-feira (7), no Hotel Sesc Cacupé. “No final de 2018, quando foi anunciado que o próximo seminário internacional de cidades do conhecimento seria realizado pelo Sistema Fecomércio em Florianópolis, não imaginávamos a dimensão que este evento ganharia”, disse o presidente da entidade, Bruno Breithaupt. “Espero que o KCWS deixe um legado para Florianópolis, para Santa Catarina e para o Brasil. E que em alguns anos possamos revelar que foi neste encontro que muitas mudanças começaram a ser postas em prática”, completou. Os 500 inscritos têm extensa programação para intercâmbio de estratégias em diversas áreas.

Uma das agendas mais importantes foi cumprida já no primeiro dia – a premiação de Cidades do Conhecimento. O Brasil teve duas representantes: Bento Gonçalves-RS venceu na categoria Cidade do Conhecimento Emergente; e Florianópolis foi finalista na categoria Região de Conhecimento. O secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Amandio da Silva Junior, citou o exemplo de Israel que, mesmo sem recursos naturais abundantes, consegue ter alta renda per capita pelos investimentos em tecnologia e inovação. O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SC, Alaor Francisco Tissot, citou as quatro áreas de maior demanda: segurança, mobilidade, meio ambiente e infraestrutura. Para ele, além de ações públicas e coordenadas, é hora de mudar hábitos. “Quase todos vieram (ao evento) de carro e sem acompanhante. Isso vai ser inviável em Florianópolis daqui a três ou quatro anos”, disse.

 

Ressorteio

 

A Associação dos Médicos e Psicólogos Examinadores de Trânsito (AMP-SC), que reúne profissionais que atuam no Detran-SC, vem denunciando “erros e desmandos” no órgão, além da falta de diálogo. Presidente da entidade, o médico Fernando Vianna aponta falhas na prática de “ressorteio” para a realização dos exames exigidos para retirada ou renovação da CNH. “O Centro de Atendimento ao Condutor (CAC) da Capital está recebendo candidatos que tinham sido sorteados para outro CAC, em razão de falta de horário. E o Detran está fazendo ressorteio para garantir o atendimento. É o que está gerando fila de espera”, explicou.  AMP-SC alertou sobre o risco de o sistema não fluir como o esperado. “Já estão provando dos próprios erros. A população não pode ser feita de cobaia pelo Detran-SC. Estão simplesmente copiando coisas de São Paulo, sem qualquer assessoria ou análise da realidade catarinense”, reclama o dirigente. O assunto está na pauta de audiência pública marcada para o dia 18, na Assembleia Legislativa, uma vez que o problema pode acontecer em outras cidades. É a segunda audiência para tratar das alterações propostas pelo Detran-SC. O proponente é o deputado estadual Marcos Vieira (PSDB).

 

Expectativa A semana deve definir mais claramente a relação entre a bancada do PSL na Assembleia Legislativa e o governador Carlos Moisés, também do PSL. Há quem diga que este é o momento de maior fragilidade de Moisés no Legislativo. Foram mudados os nomes na liderança de bancada e na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Manteve-se o mesmo número de deputados do PSL na instância, mas isso não garante maioria para o governo. Bem pelo contrário.

 

Desgaste A liderança do governo na Casa, que já coube ao deputado Mocellin (PSL), por enquanto ainda está sendo exercida pelo deputado Maurício Eskudkark (PL). Mas este estaria querendo sair da situação de desgaste e, para isso, deve abrir mão da posição.

 

Quem deve assumir? Ainda não se tem um nome certo, mas três deputados são bem próximos do governador Moisés, apesar de não serem filiados ao PSL. São eles a deputada Paulinha (PDT), o deputado Rodrigo Minotto, também pedetista, e o líder da bancada do MDB, deputado Luiz Fernando Vampiro. Como sempre diz o próprio governador, “quem viver verá”. E não deve demorar.

 

Dia do Empreendedor Microempreendedores Individuais e pessoas interessadas em abrir o próprio negócio terão a oportunidade de tirar todas as dúvidas na primeira edição do Empreenday. Com realização da Estácio de São José e apoio do Sebrae-SC, Receita Federal, AMPE e Fampesc, o evento acontece no sábado (9). Inscrições pelo link bit.ly/2JPcqsu