Por: Pelo Estado por: Andréa Leonora | 30/05/2019
30/05/2019

 

Criado em outubro de 2017 pela Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGás) para atender os motoristas que utilizam gás natural veicular no estado, o aplicativo Rota GNV atingiu a marca de 20 mil usuários neste mês de maio. Com o Rota GNV é possível conferir em um mapa onde estão localizados todos os 134 postos que distribuem gás natural veicular em Santa Catarina. De maneira colaborativa, os próprios usuários têm a possibilidade de indicar os preços praticados em cada posto, dando oportunidade aos motoristas para escolher o valor mais baixo para abastecer.
Além disso, também é possível fazer a simulação de economia proporcionada pelo gás natural veicular em relação aos combustíveis líquidos, o cálculo de retorno de investimento e acessar a lista das oficinas/instaladoras de kit GNV autorizadas pelo Imetro. O segmento GNV representa cerca de 17% do volume de distribuição de gás natural da SCGás e tem demonstrado forte reação desde o ano passado, atingindo os maiores volumes de vendas desde 2012. Hoje, Santa Catarina tem mais de 100 mil veículos rodando com o combustível – é a terceira maior frota do país. O Rota GNV está em constante aprimoramento e disponível, gratuitamente, para download no Google Play e App Store.

Serra-Mar Catarinense

Apesar de não ser mais ministro do Turismo e de estar ligado ao Estado de São Paulo como secretário da área, o catarinense Vinicius Lummertz não esquece Santa Catarina. E atuou para que 19 dos 158 municípios brasileiros que entraram no programa Investe Turismo, fossem catarinenses. No total, o programa vai aplicar R$ 200 milhões em ações de incentivos a novos negócios, acesso a crédito, marketing e qualificação voltados para o setor de turismo. São 30 rotas turísticas, incluindo a Serra-Mar Catarinense. O programa foi desenvolvido em 2018, numa articulação entre o Ministério do Turismo e a direção do Sebrae, na gestão do ministro Vinicius Lummertz. Na foto, o ex-ministro e o atual, Marcelo Álvaro Antonio. Leia matéria completa, com a lista dos municípios, em www.scportais.com.br

Pressão em Brasília

O documento Voz Única, entregue a todos os candidatos na campanha eleitoral de 2018 pela Federação das Associações Empresariais (Facisc), chegou ontem também às mãos do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Foi uma pressão do setor produtivo catarinense, juntamente com o Fórum Parlamentar que reúne os 16 deputados federais e os três senadores representantes do estado, em busca de soluções para problemas que já se tornaram crônicos, como a infraestrutura deficiente. O documento foi entregue pelo diretor jurídico da Facisc, André Daher, e ainda pelos presidentes da Federação das Indústrias (Fiesc) e Federação do Comércio (Fecomércio-SC), respectivamente, Mario Cezar de Aguiar e Bruno Breithaupt. Leia matéria completa e tenha acesso ao Voz Única em www.scportais.com.br

Falando nisso… Mais uma vez a sessão ordinária da Assembleia Legislativa serviu para também cobrar a duplicação da BR-470. Deputados de diferentes partidos se sucederam para lembrar ao governo federal do compromisso assumido e reassumido com Santa Catarina, sem solução efetiva até agora. O mais contundente – e esclarecedor – na cobrança foi o deputado Vicente Caropreso (PSDB). “A nossa capacidade de infraestrutura está exaurida. Só temos o modal rodoviário! Trem, que é comum em qualquer país, também não temos. O lobby rodoviário dominou completamente. Somos dependentes de caminhões e ônibus”, lamentou.

 

Mais pressão  Os deputados da bancada do Sul, Volnei Webber (MDB), José Milton Scheffer (PP) e Felipe Estevão (PSL), e prefeitos de cidades da região, estiveram com os secretários de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, e da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Jr, para solicitar recursos e apoio na recuperação dos municípios atingidos por fortes chuvas e ventos na semana passada. E a partir de hoje a previsão é de mais temporais.