Por: Pelo Estado por: Andréa Leonora | 01/06/2019

Os dois principais nomes para assumir a presidência do MDB estadual, o deputado federal Celso Maldaner e o senador Dário Berger, passaram a sexta-feira de véspera de convenção com suas equipes e familiares. Trataram de acertar o tom dos discursos que pretendem fazer para um público que não deve ser lá tão animado. E tampouco numeroso. Um pouco por causa das chuvas que castigam todas as regiões do estado. E muito pelo desânimo mesmo, ainda uma espécie de ressaca das eleições de 2018. A expectativa dos organizadores é que haja público suficiente para garantir o quórum, algo em torno de 600 pessoas. As atividades começam com a recepção aos participantes. Às 11 horas vêm os discursos. Às 13 horas, acaba o período de votação.

Uma hora mais tarde começa a primeira reunião do Diretório estadual eleito. E, por volta das 15 horas, imagina-se que será apresentado o nome do novo líder dos emedebistas. Ter tudo assim, tão programado, não significa tranquilidade nos bastidores. Celso Maldaner corria sozinho, Dário Berger dizia que não ia para disputa. Mas, pelo menos até o final da tarde dessa sexta-feira chuvosa, nenhum dos dois anunciou recuo. O trabalho nos bastidores será justamente no sentido de construir o consenso para evitar uma fragilização da legenda, que precisa estar unida para os enfrentamentos que virão com a convenção nacional, marcada para setembro.

 

Mazelas

O deputado federal Hélio Costa (PRB-SC), que cansou de apontar as mazelas de Santa Catarina como comunicador, está tendo a chance de trabalhar para corrigir algumas delas, principalmente na área da Saúde. Ele tem visitado hospitais e unidades de Saúde. Nessa semana, o parlamentar esteve no Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), na foto. Quis saber as necessidades do órgão e se comprometeu em buscar, junto ao Ministério da Saúde, recursos para a aquisição de um equipamento de endoscopia orçado em R$ 350 mil. Costa também visitou o Hospital Celso Ramos, que está com 71 leitos fechados, ou seja, 33% da capacidade. Ali o deputado recebeu o pedido por recursos para a instalação de uma UTI Tipo 1 (10 leitos), e, da mesma forma, assumiu o compromisso de levar a demanda ao ministério da área. “Estamos em Brasília pra isso, pra dialogar e atender às necessidades da população.” Apesar de ficarem em Florianópolis, as duas unidades recebem pessoas de todas as regiões. Enquanto o Cepon é referência em tratamento de câncer, o Celso Ramos é referência em ortopedia e traumatologia, incluindo aí os casos de alta complexidade.

Informação bônus

Na sexta-feira (31), o deputado Hélio Costa esteve no Hospital Nereu Ramos, que trata de pessoas com doenças infecciosas e sexualmente transmissíveis. O parlamentar prometeu buscar em Brasília um novo tomógrafo para unidade que precisa também de reformas estruturais. Na segunda-feira (03), Hélio dá sequência à série de visitas pelas unidades hospitalares de Santa Catarina. Será a vez do Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú.

 

Identificação parlamentar

Deputado Kennedy Nunes (PSD) esteve em Brasília acompanhando a votação, na Comisão de Constituição e Justiça, de um projeto já aprovado no Senado e agora tramita na Câmara. Como presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), Nunes conversou com diferentes deputados, pedindo apoio para a aprovação do projeto que cria a Identidade Parlamentar, algo que não existe em qualquer dos níveis legislativos. “Estamos trabalhando para ter uma identidade como a que têm, por exemplo, os advogados”,  explicou

 

 

Operação Alcatraz

Como previsto, a operação conjunta da Polícia Federal e da Receita Federal para prender, bloquear bens e recolher documentos e computadores, realizada na quinta-feira (30) em cidades de Santa Catarina e de São Paulo, agitou o meio político, empresarial e do serviço público estadual. Quem não tem o nome na lista, está com medo de acordar com o japonês da Federal na porta de casa.

 

Rede cheia Já estão em prisão preventiva, em Florianópolis, Nelson Nappi, Michelle Oliveira da Silva Guerra, Danilo Pereira, Maurício Rosa Barbosa, Flávia Coelho Werlich, Fabrício José Florêncio e Luiz Ademir Hessmann. Cumprem prisão temporária Luiz Carlos Pereira Maroso, Renato Deggau, Edson Nunes Devincenzi e Fábio Lunardi Farias. Todos dessas duas listas que estavam em atividade em setor público foram afastados de suas funções por determinação da Justiça. Além destes, também foi afastada de suas funções Lucia de Fátima Garcia.

 

Agenda da Educação Nas próximas terça e quarta-feira (4 e 5), Santa Catarina recebe o evento nacional Mais Brasil – FNDE em Ação Pela Educação, um dos maiores do Brasil para discutir investimentos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A solenidade de abertura terá o presidente do Fundo, Carlos Alberto Decotelli, e o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni. Voltado para técnicos e gestores da rede municipal de todas as regiões catarinenses, o evento deve receber 800 profissionais da área.