Por: Pelo Estado por: Andréa Leonora | 06/04/2019

Caçar inclusão. É isto o que move a ideia dos professores Elaine Seiffert e Douglas Paulesky Juliani, aliados em um projeto que envolve educação, inclusão e inovação. Junto com professores e alunos da rede municipal de Florianópolis, o grupo desenvolveu a plataforma (educacaoinclusiva.org). A plataforma de práticas educativas serve para compartilhar experiências em sala de aula. O projeto, desenvolvido por Elaine, foi apresentado ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia (PSD), que incentivou a ampliação do projeto.

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) é apoiador da pesquisa que resultou na plataforma, com orientação do professor Douglas  (coordenador de divulgação do Instituto). “Contamos com uma equipe multidisciplinar de pesquisadores que atuam em um projeto registrado junto à Pró-Reitoria de Pesquisa do IFSC. A plataforma se transformou em uma vitrine de bons exemplos e boas práticas”, ressalta Douglas.

O presidente da Assembleia colocou a Casa à disposição para disseminar e incentivar as práticas educativas por mais regiões do estado. O projeto também será apresentado na Comissão de Direitos Humanos, por sugestão do deputado Fabiano da Luz (PT), e divulgado em outras frentes. O endereço eletrônico do portal é educacaoinclusiva.org

 

 

Boas notícias

Foto: Arquivo EBC

O mês de março foi positivo para o setor rural catarinense. O grande destaque foi o Japão, que ampliou as compras em 208,5%. Santa Catarina exportou 1,4 mil tonelada de carne suína. Mesmo sendo um volume pequeno, a comemoração é pela grande conquista, já que o mercado japonês é o mais exigente para a importação de carnes. É mais ou menos como um selo de qualidade: se o Japão compra, é sinal de qualidade e credibilidade da produção catarinense. Março foi marcado ainda pela alta nos embarques para a China e a retomada do mercado russo. Como resultado, o estado exportou 29,7 mil toneladas de carne suína, faturando mais de US$ 57,8 milhões – um aumento de 13,4% em relação ao mesmo período de 2018. De janeiro a março de 2019, Santa Catarina respondeu por 54% das exportações brasileiras de carne suína. Foram 83,2 mil toneladas embarcadas, um crescimento de 18% em relação ao mesmo período de 2019. Em faturamento o crescimento é de 9%, chegando a US$ 157,4 milhões.

 

________________________

“Tivemos discussões bastante acirradas, eu diria. De um lado os partidos de esquerda, defendendo o socialismo, o comunismo, inclusive parlamentares brasileiros do PSOL e PT que estavam lá. De outro, o grupo no qual eu faço parte, onde defendemos o livre mercado, a livre iniciativa, os governos alinhados mais à direita para promover um maior desenvolvimento econômico”

Deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB) sobre sua primeira participação no Parlamento do Mercosul

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­________________________________

 

Por unanimidade, a Executiva Estadual do Partido Social Liberal (PSL-SC), decidiu nomear a vice-governadora, Daniela Reinehr, para presidir o PSL Mulher no estado, assim como o advogado, João Carlos Neves Neto, para a presidência do segmento Jovem.  As decisões foram deliberadas na manhã desta sexta-feira (05), em uma reunião sem sobressaltos coordenada pelo presidente da sigla catarinense, Lucas Esmeraldino, na sede do partido, em Florianópolis.

 

Estratégia SC Na próxima terça-feira (9), o Grupo Pasquini, de São Paulo, lança sua nova fábrica. É o marco da transferência da companhia de moda para Santa Catarina, mais especificamente no limite entre as cidades de Itajaí e Brusque. O presidente do grupo, Raritom Pasquini, conta que estar sediado no mais tradicional polo de confecções do Brasil faz parte da estratégia da empresa de integrar um ecossistema têxtil único, que reúne tecnologia para toda a cadeia produtiva, fornecedores, prestadores de serviço e mão de obra especializada. A previsão é dobrar de tamanho em cinco anos. Serão 25 mil m² e 4 mil empregos diretos e indiretos.

 

A Lincros, de Blumenau, criadora de software de gestão logística, anunciou nesta sexta-feira (5) a compra de parte da HBSIS, outra gigante do setor, também com sede em Blumenau. A Lincros, com atuação em toda a América Latina, está expandindo sua base comercial para São Paulo, com sedes físicas em Campinas e Sorocaba. A empresa – até fevereiro conhecida como transpoBrasil – também comemora bons números: em 2018 cresceu 200% e em 2019 almeja dobrar o faturamento.